quarta-feira, 24 de maio de 2006

Montaigne: Nome de lugar adoptado por Michel Eyquem, autor dos “Ensaios”. Montaigne é, ainda hoje, um pequeno lugar que se situa no Périgord, poucos quilómetros a Este de Bordéus. E neste pequeno lugar, hoje dito “Saint-Michel de Montaigne”, podemos ainda ver o castelo de Michel Eyquem e a torre onde este escreveu a sua obra.

Não sou grande adepto de peregrinações, se falarmos no sentido mais religioso do termo, mas gosto de visitar lugares onde viveram pessoas que frequento em livros e noutros documentos. A minha visita a Montaigne pouco teve de semelhante a uma ida a Fátima porque por promessa irei apenas à Austrália: “não morro sem lá ir!”.

A Montaigne fui de carro, e ainda durante o Inverno passado. Parti à noite em direcção a Norte e antes de amanhecer já estava preso numa serra galega com as estradas cortadas pela neve. O Sol nasceu e fiz-me de novo à estrada. Antes do Sol se pôr já estava em Bordéus. No dia seguinte fui ao pequeno lugar de “Saint-Michel de Montaigne”.

Sítio pacato. Não direi que o lugar ficou parado no tempo porque tal seria um “lugar comum” e Montaigne nada tem de comum. Visitei o castelo e estive na torre onde séculos antes Michel escreveu os seus “Ensaios”. Por prazer, num lugar agradável como aquele, exercício de autognose parece quase inevitável.

Sem comentários: