terça-feira, 26 de maio de 2009

É como se para cá se chegar fosse necessário subir cem escadas sem degraus. É como se para cá se chegar fossem necessários quarenta dias mesmo evitando a etapa da ressurreição porque, como se sabe, a Via Dolorosa fica longe daqui e por cá ninguém carrega cruzes.

O Monte é Branco independentemente das alturas que vão variando conforme as estações e as temperaturas; para que não se pense que por cá impera a monotonia.

Ouve-se o eco do silêncio e procuram-se pontos de referência sem fé na agulha nem no magnetismo do Norte. As vistas são fantásticas mesmo para quem se perde.

Se nunca ninguém manda postais da mais alta cicatriz do velho continente é porque por aqui não há selos; se há música no coração é porque tudo o vento levou e só um idiota se lembra que há lodo no cais.

Sem comentários: